terça-feira, 3 de junho de 2008

Inseminação Intra-Uterina

A técnica de inseminação intra-uterina consiste no tratamento da infertilidade através da estimulação ovariana controlada e inseminação (colocação) do sêmen capacitado (tratado em laboratório) dentro da cavidade uterina. O sêmen é introduzido através de um cateter a partir do colo uterino. O procedimento é praticamente indolor, podendo gerar apenas uma leve cólica durante a introdução do cateter. Este procedimento é realizado no período ideal do ciclo, orientado individualmente para cada paciente. Vale lembrar que a inseminação é apenas um entre outros tratamentos disponíveis na Reprodução Assistida (RA). Hoje em dia temos vários sinônimos usados para descrever o mesmo procedimento, com discretas diferenças:

IIU – Inseminação Intra-uterina
IAH – Inseminação Artificial Homóloga (sêmen do parceiro)
IAC – Inseminação Artificial Conjugal (sêmen do parceiro)
IAD – Inseminação Artificial com sêmen de doador



Vale a pena lembrar que o melhor procedimento é aquele escolhido pelo seu médico, após avaliação minuciosa e criteriosa do casal a ser submetido ao tratamento. A IIU está indicada para os casos de:
1- Alterações leves a moderadas do sêmen
2- Distúrbios Ovulatórios (ovários policísticos)
3- Alterações no colo do útero

De uma forma geral o casal deve possuir pelo menos os exames básicos, sendo eles:
Histerossalpingografia (comprovar a integridade das trompas)
Espermograma com Capacitação espermática
Exames Laboratoriais básicos (Hemograma, Glicemia de Jejum, etc)
Exames Laboratoriais para investigação de doenças infecto-contagiosas (HIV, VDRL, Sorologias para Hepatite B e C, HTLV, etc)

É importante ressaltar que para a inseminação ter uma boa chance de sucesso são necesssários pelo menos 5 x 10 milhões de espermatozóides do tipo A.

A chance de gravidez com o procedimento de inseminação intra-uterina é em torno de 20%. Tendo em vista que a inseminação é um método de baixa complexidade, há um número máximo de ciclos a serem realizados (3 ou 4), após os quais deve se considerar a indicação de métodos de alta complexidade, como a Fertilização In Vitro (FIV).

3 comentários:

dinha disse...

boa tarde, estou feliz em conhecê-los fuçando a internet achei vcs, liguei falei com a cassiana, muito atenciosa por sinal, e me deu uma esperança de conseguir ter meu bebe e realizar o sonho do meu marido pois eu fiz ligadura de trompas há dez anos atrás e meu atual marido não tem filhos e já estou com 35 anos e com pressa de realizar esse sonho, meu marido é mais novo que eu, e estava perdida sem saber o que fazer, até mesmo em terminar meu relacionamento, para que ele pudesse realizar seu sonho sem precisar de muito esforço, sendo que o amo demais e essa possibilidade estava me consumindo,masi com a ajuda de Deus, conseguir achar vcs, mesmo porque não estou com muita situação financeira, mas alguma ajuda vou correr atrás, é a minha felicidade, já ví o vídeo de vcs no youtube, tudo tão lindo me emocionei bastate agora esperando a minha vez meu e-mail é roselovefabio@yahoo.com.br meu s tels são 96089345 / 31068329 / 37600635
espero alguma resposta por favor me ajudem!!!!!

CINTIA NAÇAO SANTA disse...

HOLA MEU CASO E MUITO PARECIDO AO DA DINHA,ME CHAMO CINTIA TENHO 35 ANOS MEU MARIDO 26 TENHO LIGADURA DE TROMPAS A 7 ANOSE FOI CORTADA,E TENHO PRESSA EM ENGRAVIDAR TENHO 2 FILHOS E DE 14 E LUCAS DE 7,MAIS AGORA QUE TENHO ESTA PESSOA MARAVILHOSA MEU DEUS NECESITO PODER ENGRAVIDAR ELE NAO TEM FILHOS EU POSSO ENGRAVIDAR COM INSEMINAÇAO?POR FAVOR ME RESPONDE E QUANTO ES O CUSTO DESTE PROCEDIMENTO?POR FAVOR ME DA UNA LUZ!AGUARDO RESPOSTA FIQUEM C DEUS!

Centro de Fertilidade da Rede D'Or disse...

Olá Cíntia, no seu caso, a indicação é a fertilização in vitro. O ideal é encontrar um especialista na área e agende uma consulta para que possa ter acesso a todos os detalhes do procedimento.